• Peçam com fé e não duvidem de modo nenhum, pois quem duvida é como as ondas do mar, que o vento leva de um lado para o outro. - Tiago 1: 6
  • Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16
  • Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. João 14:6
  • Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa. Isaías 41:10
  • Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2
  • Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 6:23
  • moços e moças, velhos e crianças. Louvem todos o nome do Senhor, pois somente o seu nome é exaltado; a sua majestade está acima da terra e dos céus. Salmos 148:12-13
  • João 3:16 "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna."NVI
  • João 1:1-3 No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ela estava com Deus no princípio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. NVI

Fiel mesmo na dificuldade

 A paz do Senhor queridos! Uma boa semana a você que está acessando este blog, não sei se é a sua primeira vez por aqui, mas espero que não seja a ultima, esperamos sempre contar com a sua visita.

Nesse texto eu gostaria de compartilhar com vocês uma pequena reflexão baseada na vida de Jó, “homem integro e correto, temente a Deus e que se esforçava para não praticar o mal” (Jó 1,1).
A história de Jó é uma história bastante conhecida, mesmo por aqueles que não são conhecedores da bíblia, mas, também, por aqueles que geralmente gostam de uma boa história.
Jó era um homem rico, “(...) tinha sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois (...)” era cheio de posses e virtudes, virtudes essas, aliás, que o próprio Deus faz questão de ressaltar.

A bíblia diz no capítulo 1º do livro de Jó que, numa certa ocasião, quando os anjos se reuniram na presença de Deus, satanás estava no meio deles, e o Senhor então perguntou a satanás: “de onde você veio?”, então este respondeu: “estive rodeando a terra, passeando por ela”, e o Senhor mais uma vez o questiona: “você observou meu servo Jó? Pois não há homem igual a ele em toda a Terra, tão íntegro e correto, temente a Deus e cuidadoso para não cometer mal algum!”, satanás mais do que depressa respondeu: “mas Senhor?! Jó tem mais do que razão de ser temente ao Senhor, o Senhor deu a ele tudo do bom e do melhor, família, amigos, funcionários, e outra, os bens materiais dele só se multiplicam, todos os projetos que Jó inicia próspera, tem as melhores casas, é muito nítido a benção do Senhor sobre a vida de Jó, por qual motivo ele deixaria de ser temente ao Senhor? Queria ver, se o Senhor me permitisse, é claro, tirar tudo quanto ele tem, pra sabermos se esse teu servo Jó, ainda permaneceria fiel como o Senhor diz ser”.
O Senhor tinha tanta convicção da fidelidade desse homem, que Ele então permitiu que satanás tocasse em tudo quanto Jó possuía, menos, em sua Vida, e assim se fez. Primeiro foram seus filhos, pouco depois, um pouco do rebanho foi saqueado, outro tanto morreu queimado, seus funcionários mortos à espada, tudo quanto Jó possuía, dentro de instantes se tornou em nada, virou apenas pó, cinzas e recordações.
Quando Jó recebe essas notícias, sem saber do motivo pelo qual o Senhor permitiu que essas coisas acontecessem, ele se coloca de pé, rasga suas vestes e lança seu rosto junto ao chão em adoração, e diz: “nu eu vim do ventre da minha mãe e nu eu voltarei para lá, bendito seja o Teu nome Senhor”.
Tudo o que eu tenho meu Deus, foi o Senhor quem me deu, se o Senhor quis para Ti novamente, o Senhor tem os seus motivos, louvado seja o teu Santo e Bendito nome...
É de rir, chorar, arrepiar, alegrar, tudo ao mesmo tempo, não sei qual é a sensação que devo ter quando eu leio essa história, o homem tinha tudo para questionar a vontade de Deus na sua vida, e o invés disso ele adora?
 Que exemplo! Eu realmente não consigo expressar o meu pensamento, não consigo descrever a você, qual é o sentimento que me toma nesse momento (risos), não sei se é gratidão por ver o inimigo se decepcionar, possivelmente deve estar enfurecido, não sei se é admiração ao ver Jó não se corromper, se é de adoração por ver um servo ser fiel a Deus mesmo quando tudo está “desfavorável”.
Queridos, eu já vi “crente” murmurar por muito menos, é o pastor passar um pouquinho do horário, já tem irmão que quase da LÉR[1], de tanto olhar o relógio para ver se o pastor desconfia e dá um jeito de terminar logo a pregação, quer outro exemplo? Então segura (risos), sabe aquele irmãozinho de idade, aposentado, 60 anos de casado, sem um pingo de pressa ou “desconfiômetro”, que está na sua frente na saída do culto, e você está meio apressado para adiantar o papo com aquele (a) jovem no saguão da igreja, ou fazer qualquer outra coisa, e o irmãozinho não te deixa passar, conversa com um, fala sobre o tempo com o porteiro, tenho certeza que nessa aí, se aconteceu com você, você deu uma rajada de língua estranha? Então um glória daqueles bem fortes? Fala sério vai.
Vivemos num mundo, em que tudo e nada é motivo para reclamação, falatório, para querermos apostatar da nossa Fé em Cristo, para falar mal do nosso irmão ou de nosso pastor, para deixarmos de frequentar aos cultos, dentre várias outras coisas...
Aprendi que: “A provação revela muito mais do seu caráter do que você pode imaginar”.
Do que adiantaria todos aqueles anos de Fé em Deus se Jó tivesse amaldiçoado a Deus murmurado e questionando a vontade de Deus na sua vida?
Eu observo que quando estamos passando por alguma dificuldade financeira à primeira coisa que fazemos é deixarmos de contribuir na igreja, até parece que dízimo e oferta só devem ser levados à igreja quando as coisas vão tudo bem, sendo que na verdade, ai que deveríamos ser mais fiéis em nosso compromisso financeiro, para ver a benção do Senhor ainda maior em nossas vidas (Você foi fiel no pouco; eu o porei sobre o muito. 
Mateus 25:21).
Eu nunca vi tanta campanha para prosperidade e vitória financeira como eu tenho visto nos dias de hoje, num acho errado crente ser rico não, ademais, se ter dinheiro fosse pecado, o diabo enricava todos os crentes, eu também quero ser próspero financeiramente, mas quero que você entenda que não é só isso em que consiste o Reino dos Céus.
Eu sou da época em que as campanhas eram feitas para receber o batismo no Espírito Santo e não para comprar um carro novo e desfilar na porta da igreja, eu sou do tempo que as campanhas eram para a cura, libertação e salvação de almas, e não para comprar roupas de marca boa e ostentar uma situação, e Deus é tão bom que ainda faz o crente prosperar, irmão é só pela misericórdia dele mesmo, porque Deus não precisa de carro novo, roupa de marca e colar de ouro pra ser Deus e fazer milagres não, se você pensa assim, você está enganado.
Deus é Deus em si mesmo, e a sua Glória o glorifica em sua Santidade, precisamos aprender a ser gratos a Deus independente da situação que estivermos, assim como fez Jó, não é fácil, mas precisamos buscar a excelência no próprio Deus e na fé que ele mesmo nos dá.
O Pr. Estevam Fernandes disse em um dos seus sermões que quem não sabe dizer não ao que lhe cerca, nunca viverá coisas profundas, você pode levar essa reflexão para qualquer área da sua vida.
Servir a Deus com alegria, gratidão, e ter fé independente da situação, não é tarefa simples, mas é necessário. Jó provou do sobrenatural de Deus em todas as áreas da sua vida, por sua fidelidade e coragem de lutar contra os desejos e desígnios humanos, firmados no seu redentor.
Estejamos nós firmados em nossa Fé, buscando a Deus na beleza da sua santidade, buscando e honrando a sua vontade independente da adversidade que vier nos afrontar, para que assim como Jó tenhamos a vitória pelo Sangue de Jesus, e poder expressar como ele fez:
 
“agora eu compreendo que o Senhor pode fazer todas as coisas e que ninguém pode impedir o Senhor de realizar seus planos,  falei de coisas que eu não entendia , coisas que eu não conhecia, pois eram maravilhosas demais para mim, ANTES EU SÓ CONHECIA DE OUVIR FALAR, MAS AGORA EU VEJO O SENHOR COM MEUS PRÓPRIOS OLHOS”.
Sejamos firmes e constantes, obrigado pela visita, espero que o Senhor Jesus e o seu Espírito Santo, fale melhor ao vosso coração!
 
Leia mais em... http://jmazetti.blogspot.com.br